Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Daer atua com várias frentes de trabalho na VRS-811, no Vale do Taquari

Serviços de pavimentação ocorrem nos 5,7 km que dão acesso a Travesseiro

Publicação:

-
Aproximadamente R$ 13,1 milhões estão sendo investidos na rodovia - Foto: Divulgação/Daer
Texto: Liana Ramos Carvalho

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, conta com várias frentes de obras na VRS-811, no Vale do Taquari. Dos 9,5 km localizados entre o final do calçamento da rodovia, em Vila Forqueta, até o acesso municipal a Travesseiro, 5,7 km estão sendo asfaltados pela autarquia.

“O Governo do Estado, por meio do programa Avançar, está investindo cerca de R$ 13,1 milhões para concluir a pavimentação da VRS-811, que já contava com um trecho de 3,8 km sem estrada de chão após as obras realizadas pela Prefeitura Municipal de Travesseiro”, explica o secretário Luiz Gustavo de Souza. “Esses serviços devem proporcionar à comunidade de Travesseiro uma ligação mais rápida e segura com a ERS-130, aproximando a cidade de Lajeado e outras regiões. A expectativa é que essas melhorias no deslocamento facilitem o escoamento da produção agropecuária e incentivem as relações comerciais e o turismo”, diz.

-
Intervenções no pavimento devem ser finalizadas no primeiro semestre de 2023 - Foto: Divulgação/Daer

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, as obras, iniciadas em outubro de 2021, devem ser finalizadas no primeiro semestre do próximo ano. Até o momento, está concluída a terraplenagem do quilômetro 3,6 ao 6,9, a drenagem do quilometro 6,9 ao 9,6, a sub-base de macadame do quilômetro 6,5 ao 6,9, a base de brita graduada do quilômetro 5,7 ao 6,5 e o revestimento com concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) do quilômetro 3,8 ao 4,5.

“Essas atividades estão em andamento na VRS-811, variando de acordo com cada quilômetro do trecho. A expectativa é que consigamos prosseguir no trabalho, que deverá ser favorecido pelas altas temperaturas e tempo seco dos próximos meses, para entregar o mais breve possível todas as etapas encerradas”, afirma Faustino. “Consideramos que a obra está pronta quando, além das intervenções no pavimento, entregamos a rodovia sinalizada. Dessa forma, proporcionamos um trânsito ainda mais seguro aos usuários”, encerra.

DAER-RS