Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Serra e Litoral Norte terão novos projetos de recuperação de rodovias

Daer deu início à elaboração dos estudos para os Cremas Bento e Esteio/Osório

Publicação:

Na imagem, uma máquina opera nas obras de recuperação de uma estrada pavimentada.
Projetos para recuperação de 376,55 quilômetros de rodovias devem ser entregue até janeiro de 2018 - Foto: Arquivo Daer

O governo do Estado prepara a inclusão de mais 376,55 quilômetros de estradas estaduais em programas de recuperação asfáltica. Ainda este mês, a Secretaria dos Transportes e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) começam a elaboração dos projetos de dois novos lotes do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema): um, na região de Bento Gonçalves; e outro, na região Esteio/Osório.

O contrato para a execução dos projetos de engenharia foi assinado na quinta-feira (11) pelo diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, e publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta (12). O investimento é de R$ 3,67 milhões e integra o Programa de Apoio à Retomada do Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (ProRedes) - que conta com financiamento do Banco Mundial (Bird). O consórcio Skill/Ecoplan terá prazo até 19 de janeiro de 2018 para entregar os estudos que, futuramente, orientarão as obras de restauração asfáltica e sinalização em 16 rodovias.

Na foto, uma patrola circula por um trecho em restauração de uma rodovia pavimentada. Ao fundo outras máquinas atuam na obra.
Rodovias atendidas pelo Crema passam por restauro durante um ano e ações de manutenção constantes nos quatro seguintes - Foto: Arquivo Daer

O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, considera essa etapa um importante passo para a qualificação da malha viária do Rio Grande do Sul. “Estamos pensando a longo prazo, no sentido de deixar prontos todos os parâmetros necessários à continuidade do programa Crema, que já contempla mais de mil quilômetros pavimentados em várias regiões”, afirma. “Conseguimos superar dificuldades financeiras e melhorar gradativamente as condições de nossas estradas. Além das obras já licitadas e executadas, a entrega de novos projetos também faz parte do Acordo de Resultados que assinamos junto ao governador José Ivo Sartori.”

Entre as rodovias previstas nos projetos do Crema Bento Gonçalves e do Crema Esteio/Osório, estão a ERS-446, RSC-453, ERS-444, ERS-020, ERS-389 e RSC-101. “São estradas que registram um fluxo acentuado de veículos e são fundamentais tanto para o escoamento da produção quanto para o turismo”, ressalta Uberti. “Antes de licitar e contratar qualquer obra, é preciso realizar uma série de estudos e coletas de dados. Por essa razão, trabalhamos no futuro de nossas estradas, concluindo um conjunto de projetos para melhorias diversas, como pavimentação, recuperação asfáltica e duplicações de rodovias”, complementa.

Assim como nas demais obras do Crema, os lotes de Bento Gonçalves e Esteio/Osório preveem um ano de recuperação das estradas relacionadas e, nos quatro anos seguintes, ações constantes de manutenção do pavimento, da drenagem e da sinalização, além do corte da vegetação às margens das vias.

Confira, abaixo, os trechos que farão parte dos novos projetos do Crema:

CREMA BENTO GONÇALVES (160,87 km)

ERS-122 (3,15 km):
- entroncamento ERS-122 – Linha 40

ERS-230 (3,04 km):
- entroncamento BRS-116 (p/ Caxias do Sul) – Ana Rech

ERS-444 (28,65 km):
- entroncamento RSC-470 (p/ Garibaldi) – Santa Tereza)
- entroncamento ERS-444 – Suvalan

ERS-446 (14,84 km):
- entroncamento ERS-122 (p/ São Vendelino) – entr. BRS-470 (Carlos Barbosa)

ERS-448 (35,04 km):
- Nova Roma do Sul – Vila São Marcos

ERS-452 (4,09 km):
- Feliz – entr. VRS-826 (p/ Alto Feliz)

RSC-453 (34,66 km):
- Acesso a Caravaggio – entr. BRS-116 (p/ São Marcos)
- entroncamento RSC-453 – Nossa Senhora do Caravaggio

VRS-813 (6,91 km):
- Desvio Blauth – entr. BRS-470 (Garibaldi)

VRS-826 (7,29 km):
- entroncamento ERS-452 (Feliz) – Alto Feliz

VRS-829 (4,75 km):
- entroncamento RSC-453 (p/ Caxias do Sul) – Fazenda Souza

VRS-855 (18,45 km):
- São Pedro – Pinto Bandeira (início da travessia municipal)

CREMA ESTEIO/OSÓRIO (215,68 km)

ERS-020 (48,64):
- Morungava – entr. ERS-239 (p/ Rolante)
- entroncamento ERS-239 (p/ Sapiranga) – acesso a Três Coroas

ERS-030 (91,93):
- Gravataí (Parque dos Anjos) – entr. RSC-101 (p/ Capivari do Sul)
- acesso a Tramandaí (fim da travessia municipal) – entr. ERS-786 (p/ Tramandaí)
- entroncamento ERS-030 (Osório) – entr. BRS-290 (p/ Porto Alegre)

RSC-101 (47,21 km):
- entroncamento ERS-030 (p/ Santo Antônio da Patrulha) – entr. ERS-776 (p/ Palmares do Sul)

BRS-290 (3,86 km):
- entroncamento BRS-290 – Glorinha

ERS-389 (24,04 km):
- entroncamento ERS-030 (Osório) – entr. ERS-786 (p/ Mariápolis)
- entr.ERS-389 (Osório) – entr. RSC-101

Acordo de Resultados

O programa Crema integra o Acordo de Resultados 2017, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Envolve o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

DAER-RS